quinta-feira, 4 de julho de 2013

Ragu ao Molho de Vinho e Cuscuz de Damasco

A inspiração pra essa receita veio do Pitéu, mas como eu não tenho panela de pressão e não curto muito carne de segunda, optei por fazer um ragu de alcatra, picado na ponta da faca mesmo. Pra quem não sabe o que é ragu, Tia Wiki ensina: é um molho à base de carne cozida, uma tradição da cozinha italiana. Por isso, geralmente é usada uma carne mais dura, porque ela fica ali cozinhando no molho um tempão e isso dá sabor a ela.


Mas eu fiz do meu jeito. E isso significa picar 300 g de alcatra bem miudinho, pra ficarem pedaços pequenos. Piquei também metade de uma cebola, que levei ao fogo em uma panela com azeite e um dente de alho amassado Refoguei e juntei a carne e, antes que ela dourasse, temperei com sal, pimenta do reino, cominho e alecrim e adicionei meia xícara (chá) de água e meia xícara (chá) de vinho tinto. Tampei, abaixei o fogo e deixei apurar, não sei quanto tempo, até a hora em que o caldo se transformou em um molho bom demais da conta.

Enquanto isso acontecia, preparei o cuscuz marroquino. Pus a sêmola de trigo pra hidratar seguindo as instruções da embalagem (geralmente a mesma medida de cuscuz e de água). Enquanto isso, piquei damascos e nozes. Depois de cinco minutos, o trigo estava molinho e juntei uma colher (sopa) rasa de manteiga, um tanto de vinagre, os damascos, as nozes e também uvas passa pretas. Misturei bem com o garfo, aproveitando para soltar os grãos.

Então foi só servir esta delícia: o ragu no meio, o cuscuz em volta, com o molho da carne se embrenhando nas grão do cuscuz... Ô coisa boa!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário