terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O Que Comi em Mendoza - Parte 1

Estivemos em Mendoza nas nossas últimas férias. Eu achei que nem fosse gostar tanto do lugar, porque não bebo vinho, mas confesso que curti. A cidade é super bonitinha, muito maior do que eu esperava e os lugares são bem decorados, jeitosos. Um dos melhores restaurantes da cidade é o Azafrán, onde almoçamos estas delícias.


Marido escolheu o menu de almoço, que custava 90 pesos (cerca de 45 reais) e dava direito a entrada, prato principal, sobremesa e vinho. Aqui em cima temos o prato principal dele, um filé coberto com queijo de cabra e cebolas caramelizadas e purê de cenoura e mel. De entrada, ele recebeu uma tábua de embutidos que ele adorou. Eu fiquei nos pãeszinhos do couvert que estavam divinos (veja a foto aqui).


Pedi somente o prato principal, pois percebi que iria ser muita comida. Estava certa! Mas provei um dos pratos mais gostosos de todos os tempos. Trata-se de um filé coberto com creme de espinafre e queijo azul e envolto em massa folhada, servido sobre molho de pimentões e acompanhado por um purê de batata e mel. Incrível! Custou 129 pesos (mais do que o menu do Marido) ou 65 reais, super bem pagos.


A sobremesa do Marido acabou sendo comida por mim. Era servida em uma pedra, com um potinho com creme brulée de doce de leite e um biscoito, um copinho com arroz doce e uma colherada de doce de leite e frutas vermelhas. Ele comeu o doce de leite (vício!!!) e eu tracei o resto. Não estava lá grandes coisas, especialmente o creme brulée, mas eu estava doida por um doce e não me importei.

Além dos pratos ótimos, a casa tem um clima descontraído, sem ser simples. Há uma enorme estante com várias geleias, molhos e azeites que você pode levar pra casa. Além disso, a adega é bem variada, o que é fundamental em um lugar conhecido por seus vinhos. Eu indico demais a viagem até Mendoza e o Azafrán é certamente imprescindível no seu roteiro.

Um comentário: