terça-feira, 26 de junho de 2012

O Que Comi em Santiago - parte 1

Estivemos em Santiago do Chile no último feriado. Tínhamos vontade de conhecer a cidade, mas não era nada endoidecedor. Apenas uma vontadezinha. Todos que já tinham ido lá nos disseram que comeram muito bem. Não fomos diferentes.


Um dos restaurantes mais conhecidos entre os brazucas é o Como Água Para Chocolate, que diz fazer "culinária afrodisíaca". Foi lá que provei o meu primeiro pisco sour. Foi paixão ao primeiro gole!


Este combinado de ceviches também entrou na história. Eu amo ceviche e já fui sabendo que devoraria vááários. Confesso que a fina fatia de abacate que veio por cima deu um toque especial e inesperado.


Este foi o meu prato: um congrio grelhado, servido sobre creme de espinafre e gratinado. Estava incrível e, segundo a garçonete, é o prato que mais sai no restaurante.


O prato do marido fez um show no salão porque era flambado no meio de todo mundo e as labaredas iam alto. É uma corvina com temperos, acompanhada do risoto da casa. Estava muito bom também.

Não houve espaço nem tempo para a sobremesa, pois tínhamos um tour marcado para visitar a casa do poeta Pablo Neruda que fica bem pertinho. Teremos que voltar para provar, porque dizem que o chocolate da casa é maravilhoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário