domingo, 18 de dezembro de 2011

Mini Chocotones

Fim de ano tem sempre aquela dúvida sobre o que dar para os colegas mais próximos. Para a família e os amigos é mais fácil, porque você os conhece melhor e porque são menos pessoas, então o valor a ser gasto com cada um pode aumentar. Mas para os colegas de trabalho, manicures, faxineiras, vizinhos, tem que ser algo mais simples e menos dispendioso, mas nem por isso precisa ser uma besteira qualquer, né? A grande vantagem dos mini chocotones é que foram feitos por você, então demonstram um certo carinho.

Mini chocotone no pratinho natalino

Os meus foram feitos na máquina de pão e uma receita rendeu 15 deles. As fôrmas pequenas foram compradas na SAARA, aqui no Rio, entretanto acredito que você consegue achar em lojas que vendem artigos de festa, como aquelas que vendem acessórios para docinhos e cupcakes. As gotas de chocolate foram compradas na Casas Pedro, também na SAARA. Você deve encontrá-las em lojas que vendem artigos para fazer bombons.
 
Eles, recém saídos do forno

Coloque na máquina, nessa ordem:

320ml de leite com 4 ovos (é só quebrar os quatro ovos dentro de um copo medidor e adicionar leite até chegar a 320ml)
4 colheres (sopa) de margarina
1 colher (chá) de sal
8 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de essência de panetone
4 copos de farinha de trigo especial
3 colheres (chá) de fermento biológico seco instantâneo

Ligue a máquina no modo massa. Quando terminar o ciclo, você transfere a massa para uma vasilha, adiciona 2 copos de gotas de chocolate, mexe bem e começa a distribuir nas forminhas. Encha-as somente até a metade, porque depois cresce. As fôrmas são bem firmes, basta distribuí-las em um tabuleiro. Deixe-as dentro do forno desligado por cerca de 2 horas. Você verá que dobrarão de tamanho. Ligue o forno, ponha em temperatura média e deixe assar por mais ou menos 20 minutos ou até que fiquem levemente douradas em cima.

Aqui eles, já embrulhados e com um quadradinho de chocolate em cima

Se for embrulhar, espere esfriar, para não criar vapor no saco. Eu pus junto um quadrado de chocolate que, com o calor que faz no Rio de Janeiro, derreteu um pouco e virou uma espécie de cobertura.
 
Ficaram lindos! O mérito é meu, mas o crédito da receita é da Tricia, dona do blog Cheirinho de Coisa Boa e pessoa capaz de fazer bolos incríveis!

Um comentário: