segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Makimonos

Marido sabe fazer comida japonesa. Então fez pra gente um jantarzinho simples.


Sunomono, temakis de salmão e hot filadélfia. Nada de mais, só um jantarzinho para dois.
.
Tô metida...

sábado, 26 de dezembro de 2009

Macarrão Americano

A receita é tipicamente americana: macarrão com queijo. É bem prática e rápida.


Cozinhe 250g de alguma massa curta. Enquanto isso, ligue o forno e faça o molho. Coloque no liquidificador 1/2 cebola, 1 xícara e meia de leite, 2 colheres (sopa) de maisena, 4 colheres (sopa) de margarina e sal. Bata bem. Quando o macarrão estiver al dente, escorra e coloque em um refratário. Misture o molho, 1 xícara e meia de mussarela ralada e polvilhe queijo parmesão ralado por cima. Leve ao forno e asse por 15 minutos até que fique dourado.
.
Sirva rápido, porque esfria depressa. O bom é que fica aquele queijinho derretido no fundo da travessa. Adoro!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Mousse de Chocolate

Mousse de chocolate é algo difícil pra mim, porque não são todas as que gosto, mas quando encontro uma do meu agrado...

.
Essa receita foi aprovadíssima. Segue o passo-a-passo:
.
1 lata de creme de leite sem o soro
180g de chocolate meio amargo picado
3 claras
3 colheres (sopa) de açúcar
50g de chocolate branco para decorar
.
Coloque o creme de leite e o chocolate meio amargo em um refratário e leve ao microondas por 1 minuto. Mexa até que fique completamente dissolvido. Reserve. Bata as claras em neve firme. Adicione, aos poucos, o açúcar. Misture levemente ao creme de chocolate. Coloque em taças e leve à geladeira por cerca de 3 horas. Decore com raspas de chocolate.
.
Mas tirar fotos à noite em uma cozinha sem luz não ajuda em nada, né?

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

sábado, 19 de dezembro de 2009

Salada de Macarrão com Kani

Desespero de fim de ano + 1 milhão de coisas pra fazer/entregar + garganta inflamada = comida rápida e prática.


Cozinhei o macarrão e as ervilhas congeladas na mesma panela. Piquei 4 bastões de kani, misturei 2 colheres (sopa) de maionese e 1 de mostarda. Juntei o macarrão e as ervilhas, misturei bem e adicionei a batata palha e 2 tomates-cereja cortados em 4. Levei pra gelar e servi.
.
Depois da primeira garfada, achei que faltava orégano. Salpiquei por cima e ficou maravilhoso. Um alento pra quando você acha que o turbilhão não vai ter fim.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Cenoura com ovos

Vi essa receita no Rainhas. E em tempo de geladeira magra, foi o acompanhamento ideal para um arrozinho com bife.


Fiz como mandava a receita: piquei 1/2 cebola, fritei em 1 colher (sopa) de manteiga, acrescentei 1 cenoura ralada, refoguei, juntei 1 ovo, mexi bem para que ele se misturasse com a cenoura, e, por fim, coloquei o cheiro verde.
.
Simples, básico e gostoso demais.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Macarrão Cabeludo

A idéia do macarrão enfiado na salsicha já povoa todos os blogs. Fiz pra testar e deu muito certo, ao contrário do que várias pessoas têm dito. O macarrão dentro da salsicha não ficou duro, a salsicha não inchou e o macarrão também não ficou mole demais.
.
.
Usei salsicha de frango descongelada. Cortei-as em seis pedaços cada e espetei quatro fios de macarrão em cada pedaço. O macarrão usado deve ter um nome, mas não sei qual é. Ele não chega a ser um talharim, é mais fino.
.

Fiz um molho com cebola, pimentão verde e tomate. Cozinhei o macarrão em uma panela grande, com água fervente. Mexi várias vezes, para que não grudasse e cozinhassem de modo uniforme. Quando o macarrão cozinhou, escorri, lavei em água fria e voltei-o à panela com o molho de tomate. No prato, foi só salpicar queijo.
.
Não sei se farei mais macarrão com salsicha de outra forma.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Molho de Mostarda

Este é o melhor molho para frango que existe! Tem sabor e é marcante, mas não ofusca o sabor da carne branca.
.

.
Não tem medida, é tudo de olho. Coloque mais ou menos meia caixinha de creme de leite numa panela e leve para esquentar. Junte cerca de 1 colher (sopa) de mostarda (daquelas de vidro) e adicione um fio grosso de mel. Uma pitada de sal e de pimenta-do-reino para temperar e está pronto.
.
Aqui, foi servido com frango grelhado, cenouras ao alho e arroz com ovo mexido e batata palha. Refeição e tanto!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Arroz Cremoso com Carne

Essa receita foi retirada daqui.


1 colher (sopa) de óleo
1 xícara (chá) de arroz lavado e escorrido
1 tablete de caldo de carne
meia xícara (chá) de polpa de tomate
2 xícaras (chá) de carne cozida desfiada
meia xícara (chá) de azeitona verde picadas
3 colheres (sopa) de salsa picada
1 caixinha de creme de leite

Modo de Preparo
Em uma panela, aqueça o óleo e refogue o arroz até ficar seco e brilhante. Adicione duas xícaras (chá) de água fervente e o caldo de carne e misture bem para dissolver. Junte a polpa de tomate e cozinhe em fogo baixo, com a panela parcialmente tampada por cerca de 15 minutos ou até o arroz secar. Apague o fogo e deixe a panela tampada por mais 10 minutos para que o arroz termine o cozimento em seu próprio vapor. Misture a carne desfiada, a azeitona, a salsa e o creme de leite. Sirva imediatamente.

Não chega a ser um risoto, mas um arroz cremoso. Dá pra fazer com aquela carne assada que sobrou sem problemas.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Pão Caseiro

Dei uma máquina de pão de presente de aniversário pro marido. Estava na maior dúvida se era mesmo boa ou não, mas a Welze, do Gostosuras, falou super bem da máquina. Junto com os comentários que eu já tinha visto na internet, foi o que eu precisava.
.
Pra quem só acredita vendo, segue a foto.
.
.
O pão sai delicioso, macio, quentinho. Você passa a manteiga e ela derrete... A casquinha é crocante e o miolo não fica massudo, como nos pães de padaria. E dá pra escolher o tamanho do pão, de forma que não sobre muito.
.
A dele é a Multi Pane da Britânia, comprada no site do Submarino. Vem com manual de instruções e várias receitas de pães doces e salgados, bolos e geléias. Dá até pra bater a massa da pizza. Altamente recomendável!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Julie & Julia

Como todo mundo que tem um blog de culinária, eu também li Julie & Julia. E, confesso, adorei!
.
A sinopse oficial é a seguinte: "Julie está em crise. Prestes a completar 30 anos, em um emprego medíocre e sufocada pela pressão crescente para que tenha um bebê, sente-se incapaz de achar um rumo diferente para sua vida. As coisas não parecem favoráveis, especialmente quando ela se vê obrigada a mudar para uma quitinete que prefere chamar de 'loft' em um bairro afastado, longe do trabalho e dos amigos. Entretanto, a solução aparece durante uma visita à casa de sua mãe. Sentada na cozinha, pensando em uma solução para sua vida, ela encontra um antigo livro de receitas: Mastering the Art of French Cooking, de Julia Child. Ao folheá-lo, surge a ideia que pode transformar o rumo das coisas: Julie decide preparar a primeira receita do livro que introduziu a culinária francesa no cotidiano das famílias norte-americanas. No entanto, ela não poderia imaginar onde iria parar essa despretensiosa experiência gastronômica. Convencida pelo marido, Julie decide dar início ao Projeto Julie/Julia, no qual deve fazer todas as 524 receitas do livro de Julia Child em um ano - e escrever um blog relatando o feito. Neste poderoso romance autobiográfico, acompanhamos uma lição saborosa entre risos, lágrimas e vexames, onde Julie Powell mostra seu talento incontestável de se conectar com os leitores e comprova porque seu blog tornou-se tamanho sucesso".
.
As coisas não acontecem exatamente assim, são mais especiais. Os dilemas de muitas mulheres estão retratados ali: a dificuldade em se ter um objetivo de vida definido, os problemas conjugais, a pressão para que se tenha filhos, o peso da idade etc.
.
Julie consegue, entretanto, sobreviver cozinhando. Não que eu ache que este é um modelo ideal de vida ou passatempo, mas quem nunca foi pra cozinha pra esquecer os seus problemas? Quem nunca se alegrou diante de um prato delicioso que conseguiu fazer, mesmo quando tudo à sua volta não parece dar tão certo? Quem não fica feliz ao ver as pessoas se fartando com a "sua" comida?
.
Mais que isso, Julie, que não via importância em sua própria vida, se sente alguém diante dos leitores do seu blog, ávidos por mais um post sobre os pratos que ela prepara. A auto-estima dela vai às alturas quando vê nos comentários que sentem a sua falta.

O filme eu ainda não vi, mas agora eu vou. Gosto de ler o livro antes de ver o filme, porque ele apresenta mais detalhes, tem mais "sabor". Depois que eu assistir, posto aqui pra vocês.

Mas já deixo a dica: peçam o livro de presente de natal ou amigo oculto. É uma leitura, se me permitem o trocadilho, deliciosa!

sábado, 5 de dezembro de 2009

Antepasto de Berinjela

Achei esta receita de antepasto de berinjela num encarte da Cláudia de "Delícias Vegetarianas". Fiz a primeira vez para marido e eu. Usei apenas a metade do indicado e rendeu muito! Não demos conta de comer tudo.

Desde então, faço sempre que há uma festinha ou almoço, porque posso fazer antes e não tenho trabalho na hora. Ou então quando quero dar para alguém, o que foi o caso hoje. Fiz a quantidade indicada abaixo e ocupo mais da metade do meu caldeirão (você pode ver pelo tamanho da colher na foto que ele não é pequeno). Mas depois a berinjela murcha e no final rendeu um pirex grande.

Ingredientes:

3 berinjelas médias
1 pimentão vermelho grande
1 pimentão verde grande
2 cebolas
1 xícara (chá) de azeite
1/2 xícara (chá) de vinagre
1 colher (sopa) de orégano
1 colher (sopa) de sal


Corte os legumes em tiras bem finas. Ponha em um pirex grande e junte o azeite, o vinagre, o orégano e o sal. Misture bem, cubra com papel filme e deixe descansar por duas horas. Aqueça o forno em temperatura média e leve ao forno por duas horas, mexendo às vezes, para que a berinjela fique bem macia. Retire do forno, deixe esfriar e sirva.

Na foto abaixo, já pronto para ser devorado, acompanhado de pão francês fresquinho em rodelas, de uma cervejinha gelada e de um jogo de futebol na TV. Perfeito!


Essa receita pode ser feita com até dois dias de antecedência. Deixe o antepasto guardado na geladeira, coberto com papel filme, para apurar o sabor.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Strogonoff à moda

Em tempos de finalização da monografia da pós-graduação e fechar as notas dos 120 alunos que tenho, é marido quem cozinha. Essa é a versão dele do strogonoff. Eu acho bem melhor do que o original.


Ele frita a alho no óleo e junta o frango picado - que sempre temos congelado - para dourar. Em outra panela, vai óleo e alho e uns 2 tomates picadinhos. Eles são refogados, de modo que se forme um molho. Junta-se então o frango aos tomates, tempera com sal e pimenta e acrescenta o champignon fatiado e meia caixa de creme de leite. Está pronto.
Não fica com aquele gosto de catchup e a consistência é firme, como um creme. Maravilha!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Fusilli Primavera

Vi uma foto de um macarrão com legumes e, desde então, estou com vontade de comer isso. Ontem, não tive dúvidas na hora de escolher o que jantar.


Coloquei a água pra ferver e, enquanto isso, descasquei uma cenoura pequena e cortei-a ao meio e depois em rodelas. Quando a água ferveu, coloquei um fio de óleo, sal e 200g de fusilli. Quando voltou a ferver, despejei as cenouras lá dentro, para que cozinhassem juntos. Fui, então, picar os legumes. Usei uma abobrinha pequena em rodelas, 1/4 de pimentão amarelo em pedaços pequenos, 1 tomate sem sementes também em pedaços e azeitonas em rodelas. O macarrão cozinhou, escorri e reservei. Na mesma panela, pus bastante azeite, juntei as abobrinhas e deixei fritarem um pouco. Acrescentei um pouco de caldo de galinha e os pimentões. Quando secou, foi a vez de pôr os tomates, a azeitona, mexer bem e juntar o macarrão, que havia sido escorrido com as cenouras. Acertei o sal, pus pimenta e alho torrado.
Já no prato, espalhei por cima umas folhinhas de manjericão e o queijo ralado.
O resultado ficou mais saboroso do que a foto que eu tinha visto. Matou o desejo completamente!!!

domingo, 29 de novembro de 2009

Direto da horta

Veja que coisa mais linda os tomates-cereja da nossa horta já na sua segunda safra! E olha que é horta de apartamento, hein?! Tudo plantado em vasos...



Aqui temos também cebolinha, salsinha, manjericão, alfavaca, alecrim, hortelã e erva-cidreira. A pimenta dá muitas folhas, mas flor, até hoje, nada. Também me esforço para que nasça um coentro e ainda não consegui. O pimentão ainda é um bebezinho, mas logo estará forte. E a kalanchoe está mais florida do que nunca.

Posso colher na hora em que quiser, na quantidade que precisar. É tudo fresco e orgânico.

Realmente, é uma delícia ter plantas em casa!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Medalhão ao Molho de Vinho com Batata Sautée

Da última vez em que fomos ao supermercado, o filé mignon estava mais barato que a picanha (nossa predileta) e que o contra-filé (a segunda opção). Não tivemos dúvida: agora é picadinho de filé mignon, medalhão de filé mignon...


Ingredientes

3 colheres (sopa) de manteiga
4 medalhões de filé mignon
sal e pimenta a gosto
1 colher (sopa) de farinha de trigo
¼ xícara (chá) de vinho
½ tablete de caldo de carne
½ xícara (chá) de champignon fatiado
3 batatas cozidas com casca
1 colher (sopa) de salsa picada

Modo de Preparo

Tempere os medalhões com sal e pimenta e deixe descansar por 15 minutos. Em uma frigideira, aqueça 1 colher de manteiga e doure-os. Passe os medalhões para a travessa onde serão servidos e mantenha-os aquecidos. Para o molho, aqueça na mesma frigideira 1colher de manteiga e doure ligeiramente a farinha de trigo. Aos poucos, vá acrescentando ¼ xícara (chá) de água misturada com o vinho, mexendo sempre para não formar grumos. Junte o caldo de carne, os champignons e deixe ferver até o tablete dissolver. Sirva a seguir sobre os filés reservados.

Descasque as batatas e corte-as em pedaços. Aqueça 1 colher de manteiga, junte a salsinha e acrescente as batatas. Mexa até que elas estejam envolvidas na manteiga e na salsa. Sirva com os medalhões.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Sobremesa Quente de Banana

Bananas amadurecendo na geladeira sempre me fazer ir atrás de receitas novas. Essa eu retirei do Cozinha Nestlé, site que adoro. Tive que adaptar, porque as receitas de doce são sempre muito grandes. Essa eu dividi por 3 e rendeu 6 pedaços!


Ingredientes

3 bananas cortadas no sentido do comprimento
canela em pó , para polvilhar
açúcar, para polvilhar
1 ovo
1/3 de lata de leite condensado
1/6 da medida (da lata) de leite
1/3 colher (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1/3 colher (chá) de fermento em pó

Modo de Preparo

Coloque metade das bananas em um recipiente refratário untado com manteiga. Polvilhe canela e açúcar e leve ao forno médio (180°C), por aproximadamente 5 minutos. Bata na batedeira, os ovos, o leite condensado, o leite, a manteiga, o chocolate em pó, a farinha e o fermento. Despeje sobre as bananas assadas. Coloque o restante das bananas e polvilhe com açúcar e canela. Leve ao forno médio (180°C) por cerca de 30 minutos. Sirva a seguir.

Teria ficado incrível com uma bola de sorvete de creme, como a receita recomendava. Mas...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Berinjela Recheada

Depois que me disseram que berinjela ajuda a emagrecer, ela passou a frequentar nossa casa. E não é que troço é gostoso. E versátil, vai bem com muita coisa!

Aqui, numa livre adaptação da abobrinha recheada.


Corte ao meio duas berijelas médias. Leve-as ao fogo numa panela com água e sal e deixe ferver por 10 minutos. Escorra, espere esfriar e retire a polpa com uma colher. Disponha as cascas em um pirex, regue com um fio de azeite e reserve. Prepare 200g de carne moída do seu modo (uma dica: experimente acrescentar 1 colher (chá) de canela na carne) e junte 1/2 xícara (chá) de polpa de tomate. Acrescente a polpa das berinjelas picada e acerte o sal. Recheie as berinjelas, polvilhe queijo ralado e leve ao forno médio por cerca de 15 minutos.
.
Fácil, fácil. E vai que emagrece mesmo? Duvida? Mal não vai fazer...

sábado, 21 de novembro de 2009

Salada Palha

Conheci esta salada em um restaurante aqui do Rio chamado Delírio Tropical. Foi paixão imediata!
.
A receita que segue dá pra dois aqui em casa, mas lembre-se que nós gostamos muito dela...
.
.
Ingredientes:
2 cenouras pequenas raladas (ou 1 grande)
40 g de uvas passas pretas sem caroço
1/2 xícara (chá) de milho verde
1/4 de pimentão verde picado bem pequeno
2 colheres (sopa) de maionese light
1 xícara (chá) de batata palha
.
Modo de fazer:
.
Misture todos os ingredientes. Se quiser preparar com uma certa antecedência, deixe para colocar a batata palha na hora de servir. Sirva sobre uma caminha de alface.
.
P.S.: Já fiz com ervilha no lugar do pimentão, mas fica com gosto de cachorro-quente.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Pizza de Frigideira

Vontade de comer pizza é uma coisa louca. Quando vem, você quer e não importa como. Aí, a dieta não resiste e vai por água abaixo - principalmente se for pra pedir na pizzaria, onde a gigante sempre oferece mais vantagens...
..
.
Essa pizza, então, é um alento. Pode ser guardada na geladeira e até congelada por um tempo, não é cara, tem só uns 20cm de diâmetro e permite que você coloque a cobertura que quiser. E o melhor: cada disquinho tem só 75 calorias!
.
A nossa foi margherita, feita com a pizza, duas fatias de mussarela, 2 rodelas de tomate e manjericão fresco. E ficou pronta em menos de 5 minutos! O preparo é super simples: você monta a pizza na própria frigideira, tampa e leva ao fogo baixo. Em instantes, está pronta.
.

É perfeita para um lanchinho no domingo ou mesmo para receber alguém que apareça de surpresa. Você pode fazer com as mais diversas coberturas, até mesmo doces. Fica ao gosto do freguês.

Essa da foto, pronta, tinha umas 170 calorias. Comi duas e matei a vontade de pizza sem esmorecer da dieta.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Arroz de Forno

Algumas pessoas fazer o arroz de forno com sobras de arroz, outras cozinham o arroz diretamente no forno. Aqui em casa fazemos de outro jeito:


Ingredientes:
1 1/2 xícara (chá) de arroz
2 colheres (sopa) de azeite
alho
1/4 de cebola picada
3 tomates picados
1/2 tablete de caldo de galinha
sal e pimenta a gosto
250g de peito de frango cozido e desfiado
1/2 xícara (chá) de milho verde
1/2 xícara (chá) de ervilha
2 ovos cozidos
100g de queijo parmesão ralado
.

Faça o arroz da forma habitual, desligando o fogo antes de estar completamente cozido. Em outra panela, refogue o alho, a cebola até dourar e junte e tomate. Deixe apurar em fogo baixo, adicione 200ml de água, o caldo de galinha, o sal e a pimenta. Ferva até que os tomates desmanchem e em seguida misture o frango desfiado, o milho, a ervilha e os ovos picados. Adicione o arroz e misture bem. Arrume em um pirex, cubra com o queijo e leve ao forno pré-aquecido por 10 minutos.

domingo, 15 de novembro de 2009

Picadinho de Filé Mignon

Mais uma do marido, sempre ele...




O picadinho ele faz assim:

Corte 250g de filé mignon em cubinhos pequenos. Pique 1/2 cebola e 2 dentes de alho. Coloque 1/2 colher (sopa) de margarina na frigideira e em seguida o alho picado. Espere dourar e adicione a cebola e a carne. Após 5 minutos, adicione 1 cálice de vinho tinto seco, 1 tablete de caldo de carne e deixe cozinhando em fogo brando por cerca de 10 minutos. Está pronto o picadinho.

O ovo pochè ele faz assim:
Coloque 1/2 litro de água numa panela e espere ferver. Acrescente 1/2 xícara (chá) de vinagre branco e 2 colheres (sopa) de azeite, colocando sobre tudo 1 ovo, esperando 3 minutos até a gema ficar no ponto. Para fazer o outro ovo, é só esperar a água ferver novamente depois de retirar o primeiro.

A cenoura ele faz assim:

Descasque 2 cenouras e corte-as em rodelas não muito finas. Leve para cozinhar em água fervente e sal. Quando estiverem al dente, escorra-as e reserve. Pique 1 dente de alho e leve ao fogo com 2 colheres (sopa) de azeite para dourar. Acrescente as cenouras e refogue.
.
A farofa era pronta, da Yoki, e foi torrada com uma colher (sopa) de manteiga. O arroz foi feito da maneira habitual.
.
O resultado foi digno de restaurante fino, apesar da simplicidade do prato. O almoço foi dos melhores que já tive, pela comida e pela companhia.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Macarrão com Salsicha

Uma pessoa enlouquecida por ter que ler seis livros e escrever uma monografia em menos de 15 dias não tem tempo de ir pra cozinha. Mas, felizmente, ela tem um marido que gosta de ir lá e sempre volta com pratos deliciosos...
.

Esse é bom e velho macarrão com salsicha, mas tem seus toques de apuro. O macarrão é grano duro, o molho é feito com alho e tomates frescos, a salsicha é de frango - menos calórica e mais saborosa - e o queijo foi ralado na hora. Já as lembranças, vêm da infância...

Só tenho a agradecer!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Salada de Maionese

Salada de maionese é coisa que cada um gosta de um jeito e cada um faz de um jeito. Eu gosto assim:
.


Na minha:
- a batata tem que ser bem cozida, para que, na hora de misturar a maionese, a batata também se dissolva um pouco;
- os pedaços não podem ser cortados iguaizinhos, senão fico com pena de comer;
- a maionese tem que ser light, já que ainda não é possível tirar as calorias da batata;
- se tiver ovos cozidos cortados em pedaços, é a glória. A combinação de batatas e ovos é famosa há muito tempo;
- a cebolinha não é muita, mas está presente.
- não precisa estar gelada, morna é suficiente.
.
Agora me diga você: como é a "sua" maionese?

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Ratattouille

Marido fala francês, mas o melhor dele vem das especialidades culinárias francesas. Essa é uma.
.
.
Com palavras dele:

"Ingredientes:


- uma berinjela grande (+/-) 25cm
- duas abobrinhas
- meio pimentão vermelho
- meio pimentão amarelo
- uma colher e meia (sopa) de alho picado
- azeite



Preparo:


- corte a berinjela e a abobrinha em cubinhos (+/-) 3cm.
- corte os pimentões em tirinhas
- ferva a água numa panela grande e cozinhe a beringela e a abobrinha por 10 minutos
- numa panela grande doure o alho e em seguida refogue a berinjela, a abobrinha e os pimentões e coloque sal a gosto. Depois de refogar, acrescente 200ml de água e misture. Tampe a panela e deixe cozinhar por 15 minutos em fogo baixo. Mexa de vez em quando e está pronto.
Sirva com um arroz bem fresquinho e um franguinho grelhado com uma fatia de queijo prato. Uma refeição leve, rápida e bem gostosa é claro!"

sábado, 7 de novembro de 2009

Churros

Adoro churros! Mas acho esses de rua meio gordurosos, então aprendi a fazer.

.
Não é difícil, você só precisa da máquina. A minha é de plástico, do 1,99. Já vi também na revista da Avon, por um preço maior, é claro.
.
A massa é bem simples: 1 xícara (chá) de água, 1 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de margarina ou manteiga e 1 pitada de sal. Leve ao fogo a água com a margarina e o sal. Quando ferver, adicione a farinha e mexa até a massa se tornar uma bola.
.
Encha a máquina com a massa e vá moldando os churros. Eu gosto assim, pequenos, mas você pode fazê-los como desejar. Coloque-os em um prato - não precisa colocar farinha nem se preocupar em destruí-los, eles são fortes!
.

Esquente o óleo em uma panela funda e frite os churros. Não se preocupe com o tempo, eles demoram mesmo um pouco para dourar.
.
Deixe esfriar um pouco e rechei-os, com a mesma máquina. Alguns usam doce de leite, outros, brigadeiro mole. Eu não consegui recheá-los dessa vez, porque o doce de leite Havanna que trouxemos de Buenos Aires era muito consistente (apesar de eu ainda achar que isto foi um boicote do doce de leite, por ele se recusar a ter um fim que não estava à sua altura). Então, comemos os churros à moda espanhola, ou seja, com o "molho" ao lado, passando o churros nele.
.
Em seguida, passe os churros em mistura de açúcar e canela e faça a alegria da casa!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Sanduíche Mostaza

Compramos, há pouco tempo, uma torradeira modernosa com uma função nova: “frozen”. Isso significa que ela descongela o pão e o torra, entregando-o prontinho.
.
Com isso, descobrimos a seção dos pães congelados e o prazer de comer um sanduíche que não seja em pão de forma na hora em que der vontade.
.
Este foi feito no pão ciabatta, com peito de peru defumado, queijo prato, rodelas de tomate e molho de mostarda – feito com 1 colher (sopa) de maionese light e 1 colher (chá) de mostarda (daquelas em potes de vidro). Faltou alface, ele morreu na geladeira.
.
Mas estava uma delícia...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Fagottini com Molho Branco, Frango e Ervilhas

Não sei se acontece na casa de vocês, mas aqui, quando um de nós não gosta de determinado prato, ele cai no limbo. Por isso, elegi – arbitrariamente, é claro – que o dia do futebol do marido é o dia em que comemos o que EU quero. Muito justo: EU pensei no cardápio, EU fiz sozinha, EU vou ter um prazer enorme em comê-lo.
.
.
Assim, comemos fagottini pré-pronto ao molho branco. A massa era Massa Leve e foi cozida como determina a embalagem. O molho foi feito dourando ½ cebola ralada (picada não serve, porque cria pelotas) em 1 colher (sopa) de margarina light. Antes da cebola torrar, juntei 2 colheres (sopa) de farinha de trigo, misturei até formar uma papa e adicionei, pouco a pouco, 1 xícara (chá) de leite.
.
Adicionei 1 caixa de creme de leite e temperei com sal e pimenta. Em seguida, acrescentei peito de frango desfiado, ervilhas e queijo ralado, tudo de olho. Pra finalizar, incorporei a massa ao molho.
.
Quando faço pratos com molho branco, gosto de deixá-lo 2 ou 3 minutos na panela, porque ele sempre dá uma encorpada. E nem chega a esfriar...
.
Servi com queijo parmesão ralado grosso.
.
P.S.: Marido bem que gostou...

sábado, 31 de outubro de 2009

Culinária Argentina

Essa história de que há uma grande rixa entre brasileiros e argentinos é, na minha opinião, uma grande bobagem. Pelo que percebo, os brasileiros adoram ir à Argentina, especialmente Buenos Aires e Bariloche, para curtir o frio, ver uma paisagem, digamos, mais européia e comprar. E os argentinos, por sua vez, adoram vir ao Brasil, especialmente Santa Catarina, para curtir uma praia, tomar cerveja e badalar. Logo, é melhor admitir que adoramos os hermanos!

Eu gosto bastante dos pratos típicos. Tirando a parrillada, porque tem partes menos interessantes do boi. Mas me acabo no resto. Nas fotos, temos empanada de carne, uma espécie de pastel de forno, porém com uma massa mais leve e o recheio mais molhado; Milanesa com papas fritas, um bife empanado coberto com queijo e servido com essas deliciosas batatas fritas; na foto maior, o meu predileto: medialuna - um croissant levemente doce - com doce de leite (o melhor do mundo!!!) e café com leite; papas fritas cobertas com queijo - é impressionante como as batatas fritas argentinas são deliciosas, crocantes e sequinhas; alfajor, que são dois biscoitos unidos por uma generosa camada de doce de leite e cobertos com chocolate - há outras versões, mas este é o clássico.

Fotos do show de tango com jantar: ravióli recheado com abóbora e mussarela e molho de funghi; medalhão de frango recheado com presunto e queijo, acompanhado por purê de batata, legumes grelhados e molho de mostarda; pêra marinada no vinho com sorvete de limão e farofa de nozes; e o tradicional brownie com sorvete de creme.

Comidinhas e passeios pra ninguém botar defeito. Deixou saudade...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Comida de Marido

Pra mim, uma pessoa que tem dois empregos, faz duas faculdades e ainda uma pós-graduação, chegar em casa e encontrar um pratinho pronto, me esperando, é quase a visão do paraíso.
.
.
Dia desses, marido fez a sua especialidade: churrasco. É claro que não foi nada grandioso, apenas umas linguiças de frango no nosso espetacular grill George Foreman. A salada era congelada, daquelas que você só precisa cozinhar em água fervente e temperar. Mas, do fundo do coração, não poderia haver comida melhor!
.
Ter um marido que vai pra cozinha não é muito glamour?

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Creme de Milho

A geladeira era um deserto. No congelador, só um pote com alguns filés de frango e outro com milho. No armário, havia leite em pó e um resto de farinha de trigo. Assim surgiu o nosso jantar.
.

1/2 cebola picada
3 colheres (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 lata de milho verde
2 xícaras (chá) de leite
sal e pimenta branca a gosto
.
Misture a cebola e a manteiga num refratário. Aqueça no microondas, em potência alta, por 3 minutos. Junte a farinha, misture e leve de volta ao forno, ainda em potência alta, por 1 minuto, mexendo na metade do tempo. Acrescente o milho e o leite e deixe em potência alta por mais 5 minutos ou até engrossar ligeiramente (não se preocupe se parecer que não vai engrossar; isso só acontece mesmo no finalzinho do tempo). Retire do microondas, tempere com o sal e a pimenta, mexa bem e sirva. Se quiser, polvilhe queijo parmesão ralado por cima.

Isso se chama cozinhar na dificuldade!!!

sábado, 24 de outubro de 2009

Suflê de Cenoura

Essa receita pode ser feita com cenoura ou qualquer outra coisa que ache que combine. Eu já fiz com palmito, com milho e com abobrinha. Use a mesma base e troque a cenoura.


Ingredientes:
2 colheres (sopa) de margarina light
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de leite desnatado
1 gema
2 xícaras (chá) de cenoura pré-cozida picada
sal e pimenta
3 claras
Modo de fazer:
Ligue o forno em temperatura média. Derreta a margarina numa panela. Junte a farinha e mexa bem para não formar grumos. Mexendo sempre, adicione o leite em fio e ferva até engrossar. Retire do fogo, acrescente a gema e mexa bem. Junte a cenoura e tempere com sal e pimenta a gosto. Bata as claras em neve firme e adicione à mistura, mexendo delicadamente. Unte uma fôrma para suflê e despeje a mistura. Asse por 15 minutos e sirva.
Como todo suflê, se você demorar para serví-lo, ele murcha. Então, é bom calcular o tempo de forno com a hora de servir. A receita foi achada num livrinho de receitas light de 15 minutos.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Frango Thai

Tinha um resto de leite de coco sobrando na geladeira e precisava usá-lo com algo salgado, porque não aguentava mais comer doce (tem uma hora que você enjoa!!!). Lembrei de uma receita tailandesa e tentei adaptar com o que tinha em casa.
.
.
2 colheres (sopa) de manteiga
1 cebola picada
1/2 kg de frango em tirinhas ou cubos
1/2 garrafa pequena de leite de coco
sal e pimenta branca a gosto
cebolinha picada
.
Frite a cebola na manteiga, junte o frango e deixe cozinhar. Adicione o leite de coco e espere ferver. Tempere e sirva. Cubra com a cebolinha.
.
Confesso que faltou um pouco mais de sabor oriental... Mas comemos com gosto.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Batatas com Alecrim e Sal Grosso

Essa receita eu tirei daqui. Mais uma inspiração do Rainhas.


Lavei as batatas e cortei-as em 4, porque eram um pouco maiores que as batatas bolinha. Também não tinha socador, então bati um pouco o sal e o alecrim no processador. Coloquei meia colher (sopa) de manteiga, cubri com papel-alumínio e pus no forno por uns 20 minutos.

Tá pronto! Se tiver muito branquinha, é só deixar mais um tempo. Mas pode servir. Fica bom com frango ou carne. Ou com o que o seu paladar quiser.

domingo, 18 de outubro de 2009

Almondêgas no forno e Arroz de Alho com Ervilhas

Quando digo que faço almondêgas no forno, muita gente estranha. A pergunta é sempre a mesma: mas fica bom? Fica ótimo, só não fica igual à frita, é claro. Ela fica mais úmida e menos crocante; sem gordura e mais branquinha; com um o sabor é incrível e bem menos calorias.
E não faço só almôndegas não. Faço também hambúrgueres - apesar de preferí-los no grill -, batatas "fritas" daquelas de pacote e kibe.


Aqui aparecem as almôndegas de frango, com salada de tomate e arroz de alho com ervilhas. Fazer o arroz é bem fácil. Lave bem uma xícara (chá) de arroz. Doure uns 3 dentes de alho numa panela, refogue o arroz, tempere com sal e adicione 2 xícaras (chá) de água. Quando começar a ferver, espalhe por cima do arroz 1/2 xícara (chá) de ervilhas congeladas. As ervilhas se misturam ao arroz (não sei como) e cozinham ali dentro.

É bastante prático para alegrar o arroz nosso de cada dia.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Frango com Iogurte e Cebola

Marido adora esse frango. Faço pra ele! O que não quer dizer, é claro, que não seja uma ótima alternativa para fazer sobrecoxas um pouco diferentes...

4 sobrecoxas de frango limpas
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola em rodelas
2 dentes de alho picados
1 copo de iogurte natural desnatado
sal e pimenta a gosto

Tempere o frango com sal e pimenta. Aqueça o azeite em uma frigideira. Junte o alho e a cebola e refogue até a cebola ficar transparente, sem dourar. Reserve. Na mesma frigideira, doure o frango levemente. Transfira-o para um refratário e espalhe por cima a cebola reservada. Regue o frango com o iogurte e leve para assar em forno médio preaquecido por 40 minutos aproximadamente. Sirva em seguida.

A foto não ficou grande coisa (odeio fotografar à noite!!!), mas o frango sim. Pode experimentar que não se arrependerá. Ah, a receita foi tirada de uma revista de supermercado.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Bolo Embrulhado de Coco

Esse bolo todo mundo já comeu e tem gostinho de infância. Não é difícil de fazer, mas dá um certo trabalhinho embrulhar. Segue a minha receita.

1 xícara (chá) de manteiga (usei margarina light – como se fosse fazer diferença...hahaha...)
1 xícara (chá) de açúcar
4 ovos
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
½ xícara (chá) de leite
1 lata de leite condensado
½ garrafa (pequena) de leite de coco
100g de coco ralado

Aqueça o forno em temperatura alta. Unte uma assadeira grande e reserve. Bata bem a manteiga, o açúcar, os ovos e o fermento. Adicione a farinha e o leite e bata. Distribua a massa na fôrma e leve para assar por 20 minutos. Deixe esfriar, fure o bolo e corte em quadrados. Numa vasilha, misture o leite condensado e o leite de coco. Embrulhe os pedaços em papel-alumínio e deixe na geladeira por, pelo menos, 1 hora.

Pra facilitar na hora de passar pelo leite e pelo coco, disponho tudo o que preciso em ordem e uso uma das mãos para passar o bolo no leite e outra para passar o bolo no coco e já vou dispondo sobre os pedaços de papel. Depois de todos os pedaços envolvidos, lavo as mãos e venho fechando os embrulhos. É melhor do que melecar a mão de leite e de coco ou do que ter que lavar a mão toda hora.

domingo, 11 de outubro de 2009

Cozinha Nordestina

ADORO A CULINÁRIA NORDESTINA!!!
.
Pronto, desabafei. Sei que é pesado, calórico, pouco nutritivo... mas quem resiste a essas delícias temperadas, saborosas. Pra mim não dá, arraso mesmo!
.
.
O banquete foi grande: acima, baião-de-dois. Pra quem não sabe, isso é arroz, feijão verde, queijo coalho e carne de sol cozidos juntos e temperados com cebola, tomate e coentro. A cara é feia, o gosto é maravilhoso!
.
.
Essa era uma lasanha de macaxeira. Na verdade, uma torta com massa de aipim e recheio de carne moída, gratinada com queijo. Muito, muito boa.
.
.
Aqui, duas iguarias juntas: escondidinho de carne de sol e arroz "à nordestina", ou seja, uma espécie de arroz à grega, mas com carne de sol.
.
.
Marido e eu nos jogamos também nas sobremesas. A Cartola é típica. Trata-se de banana coberta com queijo coalho e uma mistura de açúcar e canela, que é levada ao forno para derreter e se misturar. Como eu não resisto a um chocolate, escolhi a versão "modificada", em que a canela é substituída por chocolate em pó.
.
.
Os bolos são um capítulo à parte... Eles não têm a massa fofinha, a textura parece mais a de um bolo de macaxeira, que adoro! O Souza Leão (a fatia maior) é tradicional do sertão e tem um azedinho no final. O da Moça foi uma grata surpresa: é um misto de bolo e pudim, que, se for servido quentinho, faz uma criatura devorar o prato todinho.